Sobre

Sem comentários Rudá Sudário

“Vende-se: sapatos de bebê, nunca usados”, escreveu Hemingway no papel – não antes de apostar que podia escrever uma novela inteira utilizando apenas seis palavras. Assim trabalhamos. Não entregamos sete palavras ao leitor se pudermos informá-lo com seis.

Escrevemos sobre o que nos agrada: o funcionamento do mundo sob a ótica dos mercados financeiros, entrelaçado com os desdobramentos políticos internacionais e as consequências de ambos para a sociedade. Para acompanhar este áspero assunto, trazemos um conteúdo cultural que acreditamos poder contribuir para a inteligência e o desenvolvimento pessoal do leitor e prometemos não estragar tudo com notícias policiais, assuntos menores e banners de propaganda. Assim nos livramos de um grande problema: a inglória busca por audiência; e ficamos livres para escrever apenas aquilo que acreditamos ser de alta relevância.

Como atuamos

Os fluxos internacionais de capital movimentam os mercados financeiros ao redor do mundo. Apesar de o Brasil às vezes ser tratado como se estivesse isolado, acontecimentos em outros países influenciam largamente a situação do nosso país, de modo que devemos sempre olhar para fora para entender o que se passa em casa. Os bancos centrais são os maiores geradores de liquidez no mundo e, dessa forma, acompanhando com atenção a política monetária dos países mais poderosos, podemos encontrar distorções nas interações comerciais internacionais e chegar mais perto da verdade nos mercados.

A verdade na política, se pudermos simplificar para mais facilmente encontrá-la é: a política é a busca e a manutenção do poder. Devemos analisar, então, enquanto os eventos se sucedem, quem está agindo em favor de quem e do quê. O resto é ruído. Quanto antes pudermos descobrir e traçar o caminho dos personagens e agendas e quanto menor for a influência das preferências ideológicas na análise, mais perto da verdade estaremos.

Por sorte, vivemos num mundo onde o livre mercado pode atuar e, na tarefa de encontrar a verdade na política e nos mercados, temos os dados de diversos ativos ao redor do mundo que nos passam informações dos caminhos que o dinheiro está tomando. São eles: as taxas de câmbio, das moedas internacionais, os preços das commodities, o movimento das bolsas de valores, as taxas de juros etc. Iremos, portanto, analisá-los sempre com o intuito de descobrir o que o futuro nos reserva.

Sendo bem sucedidos nessa análise, poderemos descobrir oportunidades de negócio em diferentes mercados. Um boom nos preços das commodities agrícolas tende a valorizar fazendas no centro-oeste do país, assim como uma queda abrupta na taxa básica de juros pode criar uma bolha imobiliária. Apontaremos essas oportunidades sempre que as encontrarmos, auxiliando o leitor em seus investimentos.

Esperamos ser úteis para os nossos leitores e realizar de forma bem sucedida o que nos propomos! Não deixe de nos contar o que você acha do Tendência Econômica. Caso não goste de algo ou tenha sugestões a fazer estaremos abertos para descobrir juntos novos caminhos. Você pode nos contactar no editores@tendenciaeconomica.com.

“Ver esse abrigo e nele buscar refúgio é o que convém a seu apelo, visto que os senhores procuram não o barulho, o choque entre facções, a contenção ou a excitação factícia da inteligência, mas tão somente a verdade.” – A.-D. Sertillanges