Para ler: O Rei da Vodca

Sem comentários Rudá Sudário

“O homem vem do pó e ao pó voltará. Nesse meio-tempo, é bom tomar um gole de vodca” – Antigo provérbio russo.

A história da vodca Smirnoff e da família que a fundou é contada neste excelente livro. Passando pela Rússia Império, pela Revolução Bolchevique e subsequente Guerra Civil Russa, fugindo para a Europa e finalmente desembarcando no mercado americano, é contada a saga de uma marca.

Piotr Smirnov nasceu como mais um servo de uma pequena aldeia russa no séc. XIX e morreu como a maio rei da vodcas proeminente figura de seu país. Através do empreendedorismo comprou sua liberdade e fundou uma das grandes empresas da época. Pouco depois de morrer instalou-se o caos no império eclodindo em uma guerra civil que levou ao poder o líder revolucionário Vladimir Lenin. Foi outro Vladimir, o terceiro filho de Piotr, que levou o que restou da empresa (após o confisco das fábricas e posses da família pelo regime comunista) para a Europa – mudando a marca para Smirnoff, mais francês, menos russo – e posteriormente para os EUA, onde atingiu fama internacional ao ser bebida por James Bond no seu famoso vodca-martini “batido, não mexido”.

Política, estratégia, marketing, tragédias familiares e empreendedorismo, passando por grandes marcos da história mundial. O Rei da Vodca, A Saga da Família Smirnov e a Construção de um Império.

Rudá Sudário

Editor-chefe do Tendência Econômica