Arábia Saudita planeja reformular sua economia

Sem comentários Rudá Sudário

Na última semana a Arábia Saudita anunciou um plano de reformas econômicas, chamado de “Vision 2030”.

Lançado pelo Príncipe Mohammed Bin Salman, ministro da defesa e chefe do conselho econômico, o plano busca diversificar a economia do país, cuja indústria do petróleo é responsável por quase 80% do orçamento anual do reino. A idéia é reestruturar o Fundo de Investimento Público para torná-lo um hub de investimentos para a Arábia Saudita, captando dinheiro, em parte, através da venda de participação na gigante nacional do petróleo, Saudi Aramco, avaliada pelo mercado em US$2 trilhões.

Outras partes do plano consistem em reformas no mercado de trabalho, nas leis de imigração, novas regras de turismo e o desenvolvimento de uma indústria de defesa dentro do país, para diminuir a dependência da importação de bilhões de dólares de armas dos EUA e da Europa.

A Arábia Saudita possui 70% de sua população abaixo dos 30 anos, e um desemprego na faixa de 40%. Essas reformas buscam levar o país a uma nova rota de desenvolvimento, tirando-o da dependência do petróleo, que devido a queda dos preços já deixa um déficit de mais de US$150 bilhões nas reservas internacionais do país.

Rudá Sudário

Editor-chefe do Tendência Econômica