Aprenda a investir com o tempo ao seu favor

Sem comentários Rudá Sudário

Jesse Livermore já dizia: “Tempo não é dinheiro porque haverá tempo em que seu dinheiro deverá ficar inativo. Tempo é tempo e dinheiro é dinheiro. As vezes o dinheiro que está apenas sentado pode posteriormente ser movido para a situação certa e fazer uma fortuna. Paciência, paciência, paciência é a chave para o sucesso. Não tenha pressa.”

Em um recente artigo escrito por Jesse Felder, ex gestor de “hedge fund”, ele conta a relação de Warren Buffett com o dinheiro em caixa. Enquanto muitos investidores consideram dinheiro parado um custo preferindo investir em qualquer coisa que dê o mínimo de retorno, Buffett o considera uma oportunidade de adquirir os ativos certos na hora certa. Ele cita a biógrafa de Buffett, Alice Schroeder, que no livro A Bola de Neve conta: “Ele pensa em dinheiro como uma opção de compra sem data de expiração, uma opção para todas as classes de ativos, sem preço de exercício”. A Berkshire Hathaway, seguindo essa filosofia, manteve nos últimos dois anos, por vezes, mais de $70 bilhões de dólares em caixa. Foi com essa estratégia que Buffett pôde comprar grandes empresas americanas a preços de liquidação na crise de 2008 e é assim que ele parece estar se preparando para a próxima.

Richard Smitten, autor da biografia de Jesse Livermore, corrobora a ideia: “O investidor de sucesso não está sempre investido no mercado – haverá muitos momentos em que você deveria estar completamente com o dinheiro em caixa. Se você não está certo da direção do mercado, então fique longe e espere uma confirmação do próximo movimento.”

Rudá Sudário

Editor-chefe do Tendência Econômica